Caçapava do Sul

Prefeitura assina Lei de Coordenadoria Racial em Seminário da Negritude

 

Foto: Prefeitura Municipal

O Prefeito Giovani Amestoy assinou nesta sexta-feira (29) a sanção da Lei 3957|2018 que cria a Coordenadoria Municipal de Promoção da Igualdade Racial (Compir), no I Seminário “Educação, Patrimônio e Negritude”, promovido pelo Clube Harmonia e o Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas (Neabi) da Universidade Federal do Pampa (campus Caçapava do Sul).

A assinatura, na abertura do evento, que tem programação ao longo do dia, contou com a participação e assinatura das testemunhas: Dra. em Comunicação, Giane Vargas Escobar, especialista em Patrimônio e Museus e Educação das Relações Étnico-Raciais; de Vinícius Lahan (servidor da Procuradoria Municipal, um dos responsáveis pelo projeto de Lei) e da presidente do Clube Harmonia, militante da comunidade negra, Cátia Cilene de Morais, convidada, pelo Prefeito, no evento, para coordenar o Compir:

“Esta Lei, que garante equidade, visa romper a herança da desigualdade e garantir a comunidade negra o que lhe é de direito: espaço, vez e voz. Nossa cidade é um município com população predominante negra, que por muito teve seus direitos tolidos num passado não muito longinquo. E esta Lei serve, também, para reparar este erro histórico, pois nossa administração luta para uma sociedade igualitária e contra todas as formas de preconceitos”, disse Amestoy.

A programação a tarde contou com palestras de Escobar e do professor Renato Silveira da Rosa (“O uso do Cinema na sala de aula”). Além das exposições “Heranças de Porongos”-Acervo do IIPHAN (com mostra de documentário); “Negros e Negras na Cultura, nas Ciências e nos Movimentos Sociais”, de Dartanham Baldez e com os “Relatos e vivências Quilombo Cambará”, com o ativista social Márcio Silva.

Às 18 horas, encerrando a programação, haverá, ainda, Roda de Conversa e oficina com o Grupo de Capoeira Herdeiros da Ginga, Clara Nunes e Movimento Hip Hop.

Pela manhã: Ocorreram as palestras “Educação, patrimônio e Negritude, com o mestre Bruno Emílio Moraes; “Inclusão e Diversidade”, com a Doutora Marta Regina dos Santos Nunes; Relações Étnico-Raciais, com a mestranda Zeni Siqueira; “Empoderamento da Mulher Negra nas Redes Sociais, com a jornalista Adriana Aires; “Aprendendo sobre racismo e relações raciais no Brasil por meio do rap”, com o Procurador Geral do Município, Vinícius Lahan; “Baiana, Militante no Movimento Negro”, com Coletivo Ara Dudu, além de exposições artísticas e artesanais e fotográficas.

Participaram da abertura oficial, além do prefeito, os Secretários Aristides Costa (Educação), Flávio Monteiro (Planejamento e Meio Ambiente), Ihoko Nakashima Mota e Volnei Rosso (Fazenda), João Timótheo (Cultura e Turismo), José Junior (Administração), além de representates da Universidade Federal do Pampa e de comunidades, clubes, coletivos e entidades ligadas às políticas públicas e culturais para afrodescendentes.

Comunicação da Prefeitura / Caçapava do Sul