SAIBA MAIS
  Economia

Confiança dos empresários do comércio gaúcho cresce 6,6 por cento em maio

Com nova alta, indicador medido pela Fecomércio-RS alcança nove meses em patamar otimista

Por Fecomércio RS
07/06/2018 09:07
 

Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Elaboração: Fecomércio/RS)

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) do Rio Grande do Sul permaneceu em patamar positivo no mês de maio. Medido pela Fecomércio-RS, o indicador atingiu 108,8 pontos, uma elevação de 6,6% sobre o mesmo período do ano passado. Com o resultado, o ICEC alcança o 9º mês acima dos 100 pontos – desde setembro de 2017.

O índice que avalia as condições atuais do empresário do comércio (ICAEC) fechou maio com 85,6 pontos, crescimento de 8,4% sobre maio/2017. O resultado indica que a percepção dos empresários em relação ao cenário atual, no confronto interanual, continua melhorando. No entanto, se comparado ao último mês (abril/2018), houve queda de 5,3%. “Após um período de recuperação, o otimismo entre os empresários voltou a cair”, afirmou o presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn. Segundo ele, isso acontece porque, embora a situação econômica esteja melhor em 2018, o processo de retomada está acontecendo de uma forma muito lenta.

Os dados relativos às expectativas dos empresários do comércio (IEEC) tiveram variação positiva de 2,3% em maio sobre o mesmo mês do ano passado. O indicador alcançou 148,1 pontos. De acordo com a pesquisa da Fecomércio-RS, a conjuntura econômica deste ano favorece a manutenção das expectativas em um nível mais elevado. “O empresariado espera uma melhora no cenário econômico, decorrente da recuperação do mercado de trabalho e dos juros e inflação mais baixos”, pontua Bohn.

Os dados referentes aos investimentos do empresário do comércio (IIEC) tiveram alta de 12,5% na comparação com maio/2017, atingindo 92,8 pontos. Apesar de gradual, o crescimento do indicador reflete a recuperação da economia no comércio, uma vez que a principal via de crescimento no Brasil tem sido o consumo. Outro dado revelado na pesquisa foi o retorno da intenção de contratação de funcionários ao patamar de otimismo, após um período de dois meses em neutralidade.

Confira aqui a análise da pesquisa. 


Por Fecomércio RS

Farrapo